Quantos já tiveram coragem de ler...

Hit Counter

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Crash tests em veiculos fabricados no Brasil IX

Vejam o vídeo antes de passarem  ao texto abaixo



Que bom que existem pessoas preocupadas com a segurança veicular assim como eu. 

O duro é ler um comentário como este abaixo após ver um vídeo tão bom quanto este.

"Se ta com raiva mesmo hein? Compra um opala antigo entao ... Dai vc estará numa espaçonave... quem sabe até um passeinho até a lua nao te acalma rsss... Abraço. Valeu pelo video"

Tirando os erros de português conhecidos pelos internautas (odeio este termo, mas é infelizmente apropriado, pois a maioria vive no mundo da lua) que geralmente geram risos ouvidos pelos meus vizinhos de madrugada, as pessoas poderiam agregar ao invés de comentar coisas deste tipo. Coisinha típica de um povo que só olha para o umbigo.  Temos 7 comentários neste vídeo, quando outros que passam baboseiras estão lotados de comentários no YouTube.

Bom, mas voltando ao assunto do post...

Depois de renascer após um acidente que poderia ter me matado comecei a dar mais valor ainda a este tipo de assunto. 

Meus colegas da faculdade sabem que muito tempo eu já me preocupo com isto, já apresentei trabalhos em sala de aula mostrando vídeos, o nosso querido professor e coordenador também já apresentou-nos vídeos falando sobre a importância da segurança veicular, ativa e passiva, mas alguns nem se deram conta que a na vida real acidentes acontecem realmente. 

Quem me conhece sabe que não escrevo aqui com intuitos financeiros, ou pela vontade de aparecer. Gosto de escrever e de ensinar as coisas que aprendo as pessoas. Alias ensinar seria pretensão minha, pois não sou nada alem de um aluno. Gostaria apenas de passar adiante as informações pois não sou dono das mesmas. Cabe a cada um tirar sua conclusão e daí tomar a sua decisão. 

A minha eu já tomei ! ajudar as pessoas a permanecerem vivas após sofrerem acidentes. Eu sobrevivi para escrever aqui. A ajuda de Deus foi grande, mas se eu estivesse em um modelo inseguro certamente teria morrido. 

A segurança veicular passiva é praticamente nula nos veículos populares que são responsáveis por mais da metade das vendas totais a varejo no país. Considera-se item de segurança passivo os dispositivos capazes de minimizar os efeitos causados pelo acidente. Para mim o melhor seria evitar estes acidentes com itens de segurança ativa, mas infelizmente EBD, DSG, entre outros que integram essa sopa de letrinhas que o treinamento para vendas de carros ignoram, são caros para desenvolver e geralmente agregam muito valor ao produto final impossibilitando sua venda em veículos mais baratos. Já os itens de segurança passiva são utilizados no mundo desenvolvido em massa desde os carros mais baratos, o que ajudaria muito a diminuir o preço. 

Ao invés das fábricas ficarem lançandos pacotes aventureiros, inventando moda na cabeça estressadas dos integrantes da classe média falída brasileira, deviam fazer uma campanha em massa para adoção dos itens de segurança disponíveis em seus catálogos. Até o Fiat Fiorino tem disponível o Air Bag como opcional nas concessionárias, fato que derruba inteiramente o mito de que o Uno sairá de linha caso o uso desse dispositivo se torne obrigatório. 

Passem vídeos na TV. Nas concessionárias. Nas escolas. Eu ainda não sou pai, mas quando eu for, espero poder comprar um modelo seguro para minhas crianças andarem. A coisa mais triste é ler noticias como esta abaixo.

"Familia morre em acidente na BR-101" "O veículo em que viajavam, um Volksvagem Gol placa policial JXX-6969 colidiu contra um GM Corsa placa policial KIK-0000 e nenhum ocupante sobreviveu" 

Uma vida jovem sendo abruptamente arrancada em um acidente é algo sem sentido para mim, principalmente quando o mesmo não tinha controle sobre a situação, como é o caso de uma criança que viaja solta dentro do carro de um pai irresponsável ou mal informado.

Várias dessas situações poderiam ser evitadas caso os motoristas fossem prudentes, mas depois da cagada feita, é melhor que fiquem vivos para contarem o que aconteceu do que morrerem ao acaso. 

Pensem em seus filhos quando forem comprar o seu próximo carro. Se forem egoístas ao ponto de não pensarem, que ao menos pense em suas vidas. Ela pode ser salva por um equipamente que custa o preço de um jogo de rodas novo para seu carro.

Até o proximo post !


7 Comentários:

Eduardo Meireles disse...

cara... muito bom este post...
gostei mesmo...
pra ser sincero eu prefiro quando você fala de temas mais abertos do que se foca em algum carro específico... a não ser qdo dá para fazer uma crítica cômica sobre o mesmo... mas isso é uma opinião minha, 'eu' que não tenho mto saco para ficar falando de carro...
agendarei este video para uma publicação em breve no meu site...
um abraço.

Anônimo disse...

Concordo com sua postura sobre segurança automotiva. Num país em que é possível "atribuir" etiquetas de consumo de energia aos refrigeradores e condicionadores de ar, não deveria ser tão difícil a$$im conseguir índices e indicadores de segurança para carros. Até mesmo o teste do alce, ou do veado (seja lá como quiser, mas com outro nome, por favor) poderia ser obrigatório. Porém, há um "porém" chamado nacionalização, que não podemos descartar. Para poder suportar as "condições brasileiras" (leia-se: péssimas ruas e estradas), as suspensões e carroçarias acabam sendo modificadas. Logo, testes de veículos "iguais" fabricados lá fora provavelmente não servem. Há que testar carros feitos e/ou modificados para rodar aqui. Infelizmente, creio (não pode-se garantir nada sem testar) que vários não passarão. Vide a estrutura dos dois Fox testados no filme. Os carros aparentam diferentes comportamentos de deformação quando sujeitos ao mesmo (será o mesmo?) teste de impacto. ABS, RT.

Anônimo disse...

O anonimo sou eu, R. Tremper. Cansei de tentar assinar a mensagem e ser rejeitado pelo "sistema". Assim, desnominei-me. ABS, RT.

Speed Boy disse...

R. Tremper ! Muito obrigado pelos comentários. Que bom que temos mais pessoas preocupadas com a segurança automotiva no pais. Fico preocupado com nosso futuro, pois o Brasileiro não da a mínima para a sua segurança, ele visa apenas o bem estar, esquecendo que se algo der errado, aquele bem estar não servirá mais de nada.

Continue aparecendo por aqui. Você tem muito a acrescentar.

abraços!!!

Anônimo disse...

Ok. Estou arrependido de ter pago 48 mil por um carro 0 km, que nem airbag tem. O próximo terá, se Deus me guardar até lá (sobrou pra Deus, de novo). =)

Anônimo disse...

。◕‿◕。 Ative mais de 500 canais em sua Smart TV www.smarttvhd.com.br

Anônimo disse...

caramba a musica do video e sinistra

Postar um comentário

Comente aqui sobre este post. Pode falar bem o mal, o blog é aberto !

  ©Template Blogger Elegance by Dicas Blogger.

TOPO